Museu do Cartão de Crédito

01/11/2019 - Lucro da Cielo cai 52% no tri com maior concorrência

« Voltar

VALOR

Por: Flávia Furlan

 

A credenciadora de cartões Cielo teve um lucro líquido de R$ 358,1 milhões no terceiro trimestre deste ano, o que representa uma queda de 51,7% na comparação com o mesmo período do ano passado. Em relação ao segundo trimestre deste ano, a redução verificada no indicador foi de 17%.

O volume de transações somou R$ 171,7 bilhões, crescimento de 11,6% em um ano e de 4,4% no trimestre. Esse é o terceiro trimestre seguido de expansão de volumes.

 Enquanto a receita operacional líquida caiu 17,2% entre o terceiro trimestre de 2018 e 2019, para R$ 2,799 bilhões, os gastos totais cresceram 15% no mesmo período, para R$ 2,357 bilhões.

A queda das receitas reflete a reprecificação dos serviços, em meio a um ambiente mais competitivo, em que as credenciadoras têm cortado as taxas cobradas dos clientes.

Já os gastos crescem à medida em que a Cielo eleva as despesas com a equipe comercial, apenas parcialmente compensado pela eficiência operacional.

A margem Ebitda da Cielo, que havia sido de 38,9% no terceiro trimestre do ano passado, caiu a 25,9% no mesmo período deste ano.

No total, a empresa alcançou 1,5 milhão de clientes no terceiro trimestre, alta anual de 18,9% e trimestral e 4,7%, refletindo a estratégia de avançar entre clientes da base da pirâmide, a exemplo de autônomos e profissionais liberais.

A empresa anunciou pagamento de juro sobre capital próprio complementar referente ao terceiro trimestre deste ano de R$ 42 milhões, totalizando R$ 120 milhões, que serão pagos em 18 de novembro.

Preencha os campos ao lado e receba nossas notícias:

Rua Visconde do Rio Branco, 1488 - 18º andar – Centro – Curitiba/PR

© 2012 Museu do Cartão - Todos os direitos reservados - Powered By Totalize Internet Studio