Museu do Cartão de Crédito

03/10/2018 - Um cartão pré-pago só para gastos com saúde

« Voltar

VALOR 

Por: Beth Koike

A Yalo - empresa que concede descontos em estabelecimentos das áreas da saúde e bem-estar por meio de um programa de assinatura - fechou uma parceria com a BV, financeira do banco Votorantim. A instituição vai conceder empréstimos aos pacientes do Dr. Consulta, rede de clínicas médicas populares, para que eles realizem exames ou outros procedimentos médicos. Cerca de 40% dos pacientes não dão sequência ao atendimento nas clínicas por falta de recursos financeiros e acabam optando pelo SUS, cuja fila de espera pode levar meses.

Os acionistas do Dr. Consulta, como o fundador Thomaz Srougi, detêm uma participação de 75% na Yalo. Os outros 25% pertencem a Antonio Castilho, ex-executivo de empresas como Cielo e Orizon.

Para ter acesso ao financiamento de até 24 meses do banco Votorantim, com uma taxa de juros entre 3,4% a 4,7%, o paciente da Dr. Consulta precisa ser cliente do programa de assinatura da Yalo. O usuário paga R$ 154,90 por ano e tem descontos de cerca de 30% em farmácias (Drogasil, Onofre, São Paulo e Pacheco), na academia de ginástica Blue Fit, em lojas de bicicletas, entre outros estabelecimentos. O programa de assinatura da Yalo inclui também seguros de vida e funerário administrados pela seguradora Axa e um serviço de "cash back", em que um percentual do valor gasto em determinados produtos de O Boticário, Avon e Natura retornam para o cliente.

Os usuários do programa recebem um cartão pré-pago, cujos créditos só podem ser usados para compras de produtos e serviços ligados à saúde e bem-estar. Em 45 dias de operações, foram comercializados cerca de 4 mil cartões. "Nossa estratégia inicial era vender o produto para empresas que não ofertam plano de saúde aos funcionários. Mas a maior demanda têm vindo de quem já oferece o convênio médico. As empresas estão desesperadas para encontrar maneiras de controlar o custo do convênio e enxergam no programa uma forma de o funcionário cuidar de sua saúde", disse Castilho.

A Yalo não é a única que busca atender essa demanda. Grandes empresas de benefícios corporativos como Ticket, Alelo e Sodexo têm incorporado descontos e serviços voltados especificamente para a saúde nos cartões pré-pagos que fornecem às companhias.

Um dos projetos da Yalo prevê, em um segundo momento, que os usuários do cartão reportem à plataforma informações sobre sua frequência em academias, compra de medicamentos para doenças crônicas, entre outras ações que podem melhorar a qualidade de vida das pessoas. Esses dados vão gerar pontos para descontos na rede credenciada. "É uma forma de incentivar o uso do cartão e acompanhar os hábitos dos consumidores e, posteriormente, oferecer serviços mais personalizados", disse o presidente da Yalo.

 A partir de 2019, a Yalo e a financeira do banco Votorantim estudam outras parcerias. "O mercado de saúde é novo para nós. Com essa primeira parceria, vamos levantar dados para entender o comportamento das pessoas que contratam crédito para procedimentos médicos, para criação de linhas específicas. Hoje, não existe no mercado nenhum produto com taxa de juros diferenciada para essas pessoas", disse Gabriel Ferreira, diretor executivo de varejo e estratégia corporativa do banco Votorantim.

 

Preencha os campos ao lado e receba nossas notícias:

Rua Visconde do Rio Branco, 1488 - 18º andar – Centro – Curitiba/PR

© 2012 Museu do Cartão - Todos os direitos reservados - Powered By Totalize Internet Studio