Museu do Cartão de Crédito

30/08/2017 - Acesso, ´fintech´ do segmento, recebe aporte de R$ 21 milhões

« Voltar

VALOR
Por: Nathália Larghi 

A empresa de cartões pré-pagos Acesso recebeu investimento de R$ 21 milhões da gestora Invest Tech. O dinheiro, segundo o CEO da empresa, Paulo Kulikovsky, será usado em estratégias para o crescimento da base de clientes e para o lançamento de produtos e aprimoramento das soluções já oferecidas. Há 500 mil cartões da Acesso no mercado, que movimentaram no ano passado R$ 1,5 bilhão.

"Hoje estamos concentrados em São Paulo e na região Sudeste. Mas queremos crescer no restante do Brasil. Para isso, precisamos investir em estoque, propaganda, distribuição. E esse investimento será aplicado nisso", diz Kulikovsky.

Parte do investimento ainda será usada na melhoria de alguns produtos e no lançamento de novas soluções. Para os cartões corporativos, por exemplo, estão sendo estudadas formas de o empresário conseguir identificar quais foram as despesas de funcionários, gastos operacionais e até o que foi pago em impostos em uma compra.

A empresa ainda espera lançar em breve um cartão "contactless", que funciona com um simples toque do plástico em um leitor. Essa tecnologia poderia ser usada nos transportes públicos que estão implantando leitores de cartão para pagar a passagem, por exemplo.

Os planos, na visão da Invest Tech, são animadores. Segundo Guilherme Monteiro, gestor da empresa, que tem R$ 240 milhões em ativos, o mercado de cartões pré-pagos ainda tem muito a crescer. "Nossa aposta nesse segmento é a Acesso. Esperamos vender nossa participação na empresa, daqui a uns cinco anos, com uma rentabilidade muito boa", diz.

A empresa de cartões pré-pagos Acesso recebeu investimento de R$ 21 milhões da gestora Invest Tech. O dinheiro, segundo o CEO da empresa, Paulo Kulikovsky, será usado em estratégias para o crescimento da base de clientes e para o lançamento de produtos e aprimoramento das soluções já oferecidas. Há 500 mil cartões da Acesso no mercado, que movimentaram no ano passado R$ 1,5 bilhão.

"Hoje estamos concentrados em São Paulo e na região Sudeste. Mas queremos crescer no restante do Brasil. Para isso, precisamos investir em estoque, propaganda, distribuição. E esse investimento será aplicado nisso", diz Kulikovsky.

Parte do investimento ainda será usada na melhoria de alguns produtos e no lançamento de novas soluções. Para os cartões corporativos, por exemplo, estão sendo estudadas formas de o empresário conseguir identificar quais foram as despesas de funcionários, gastos operacionais e até o que foi pago em impostos em uma compra.

A empresa ainda espera lançar em breve um cartão "contactless", que funciona com um simples toque do plástico em um leitor. Essa tecnologia poderia ser usada nos transportes públicos que estão implantando leitores de cartão para pagar a passagem, por exemplo.

Os planos, na visão da Invest Tech, são animadores. Segundo Guilherme Monteiro, gestor da empresa, que tem R$ 240 milhões em ativos, o mercado de cartões pré-pagos ainda tem muito a crescer. "Nossa aposta nesse segmento é a Acesso. Esperamos vender nossa participação na empresa, daqui a uns cinco anos, com uma rentabilidade muito boa", diz.

 

Preencha os campos ao lado e receba nossas notícias:

Rua Visconde do Rio Branco, 1488 - 18º andar – Centro – Curitiba/PR

© 2012 Museu do Cartão - Todos os direitos reservados - Powered By Totalize Internet Studio