Museu do Cartão de Crédito

25/10/2016 - Combustível pelo celular

« Voltar

Por Roger Marzochi | Série As Melhores da Dinheiro

O celular se transformou em uma espécie de canivete suíço do século 21. Com ele, é possível pagar contas, transferir dinheiro, contratar faxineiras, solicitar táxi, pedir comida e, até mesmo, preparar a festa de casamento. Na semana passada, mais uma funcionalidade. Agora é possível abastecer o veículo sem dinheiro, usando apenas um aplicativo. A Raízen, licenciada da marca Shell no Brasil, lançou o Shell Box, sistema usado em smartphone com o qual os postos da marca pretendem melhorar o relacionamento com seus clientes.

O Shell Box permite ao usuário o pagamento do abastecimento do veículo diretamente pelo celular, por meio de uma conta no Paypal. O usuário enche o tanque e recebe no celular o valor a ser pago. Ao concluir o pagamento no aplicativo, o posto recebe uma mensagem. É possível também verificar o posto mais próximo da localização do automóvel e ter acesso a promoções. “É mais um passo estratégico para se relacionar com o consumidor”, diz Leonardo Pontes, vice-presidente executivo comercial da Raízen, a maior 14ª maior empresa do anuário AS MELHORES DA DINHEIRO 2016, com uma receita de R$56,7 bilhões, no ano passado.

A rival Ipiranga também possui um aplicativo semelhante. O Abastece Aí, no entanto, depende da compra de créditos antecipados e do uso do sistema ConectCar, um chip que serve também para passar direto por praças de pedágios e estacionamentos em shoppings. O papel moeda e o “dinheiro de plástico” estão ficando obsoletos. “Assistimos a uma convergência entre o mobile e os meios de pagamento”, diz Marcelo Coutinho, coordenador do mestrado em Administração da FGV-SP. Para ele, mesmo empresas com pequeno volume de transações, como postos e supermercados, correm o risco de perder a consideração dos clientes se não entenderem essa tendência.

O projeto da Shell está disponível em 160 postos nas cidades de Goiânia, Rio de Janeiro, São Paulo e interior paulista. A expectativa é chegar à maioria dos mais 5.800 postos até o fim de 2017. A empresa criou a solução internamente. “Reunimos um time jovem, com uma pegada de startup”, diz Pontes. O aplicativo, que está no ranking Top 10 das lojas de download desses sistemas, realizará promoções para atrair o consumidor. Ele também vai ajudar a Raízen a entender o padrão de consumo dos clientes. “Vamos transformar a experiência no ponto de venda”.

Preencha os campos ao lado e receba nossas notícias:

Rua Visconde do Rio Branco, 1488 - 18º andar – Centro – Curitiba/PR

© 2012 Museu do Cartão - Todos os direitos reservados - Powered By Totalize Internet Studio