Museu do Cartão de Crédito

17/11/2015 - Itaú e Netshoes selam acordo em cartões

« Voltar

Por Aline Oyamada | De São Paulo | Valor Econômico

O Itaú Unibanco anuncia hoje uma parceria com o Grupo Netshoes para emissão de um cartão de crédito "co-branded" - um cartão com a marca do lojista, mas que tem bandeira e pode ser usado em outros estabelecimentos comerciais. A expectativa é colocar no mercado mais de um milhão de unidades do "Itaucard N Card" nos próximos cinco anos e movimentar cerca de R$ 10 bilhões em vendas da varejista on-line.

Será o primeiro cartão de crédito co-branded do Itaú com uma loja exclusivamente on-line. A parceria foi estabelecida num modelo de negócios que prevê a divisão de resultados.

Desde a fusão com o Unibanco, o Itaú só fez duas parcerias desse tipo, com o Carrefour, via criação de uma "joint-venture", e com a Azul, por meio de um acordo comercial. Marcos Magalhães, diretor de cartões do banco, diz que a estruturação dessas operações é custosa, porque exige grande investimento de tempo, especialmente da área de tecnologia. "O custo de oportunidade é alto", afirma. "Estamos sendo bem seletivos na escolha dos parceiros". Hoje, o Itaú têm cartões co-branded com 15 empresas. Antes da fusão eram mais de 300.

O sucesso dessas parcerias no longo prazo depende do comprometimento da empresa em manter o produto atraente, renovando os benefícios oferecidos ao cliente. Se isso não ocorre, o cartão corre o risco de cair em desuso. "Só temos escolhido empresas que confiamos que vão se comprometer", afirma Magalhães.

O grande atrativo do varejo digital é o espaço para crescer mesmo em um cenário de retração do consumo, já que atualmente só 5% das vendas no varejo são feitas pela internet. Márcio Kumruian, fundador e CEO do Grupo Netshoes, vê espaço para essa taxa subir para 20% nos próximos anos. De acordo com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), as vendas do varejo on-line cresceram em média 30% ao ano nos últimos cinco anos. Para 2015, a projeção é de expansão de 22%.

No caso da Netshoes, os benefícios inicialmente oferecidos incluem parcelamentos acima de 12 meses, descontos de no mínimo 10% em produtos selecionados e itens exclusivos. Será possível, por exemplo, receber a nova camisa do time de futebol na data do lançamento. "Preços e exclusividade. Esses são alguns dos benefícios, além daqueles já oferecidos pelo Itaú em seus cartões", afirma Kumruian.

Outro ponto positivo é que no negócio on-line o uso do cartão de crédito é muito maior que nas lojas físicas. No Grupo Netshoes, que inclui a loja de artigos esportivos Netshoes e a varejista de moda Zattini, cerca de 80% do volume de vendas é feito com cartão. No consumo das famílias como um todo, a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs) estima que a participação do cartão seja bem menor, de 28%. "O grande viabilizador do e-commerce é o cartão de crédito", diz Magalhães.

Uma particularidade da parceria com uma empresa exclusivamente virtual é que a aprovação do crédito e a obtenção do cartão serão totalmente feitas pela internet, sendo a renda mínima mensal para a contratação do produto de R$ 1 mil. Até o recebimento do cartão físico, que começará a ser distribuído em janeiro, o cliente recebe um cartão virtual que pode utilizar imediatamente.

Preencha os campos ao lado e receba nossas notícias:

Rua Visconde do Rio Branco, 1488 - 18º andar – Centro – Curitiba/PR

© 2012 Museu do Cartão - Todos os direitos reservados - Powered By Totalize Internet Studio