Museu do Cartão de Crédito

22/10/2015 - Itaú pagará R$170 mi por metade da ConectCar

« Voltar

Por Felipe Marques | De São Paulo | Valor Econômico

O Itaú Unibanco assinou um termo de compromisso para pagar R$ 170 milhões à Odebrecht Transport por 50% da ConectCar, facilitador de pagamentos em pedágios e estacionamentos. O pagamento será feito em dinheiro pela Rede (ex-Redecard), empresa do Itaú que atua na captura de pagamentos com cartões de crédito e débito no varejo. A aquisição foi anunciada em comunicado ontem à noite.

O restante do capital da ConectCar ficará com a Ipiranga Produtos de Petróleo, empresa controlada pela Ultrapar Participações. Em 2012, a Ipiranga e a Odebrecht Transport criaram a ConectCar para concorrer com o SemParar, maior companhia do setor.

"A ConectCar opera atualmente em 12 Estados e no Distrito Federal, facilitando pagamentos em mais de 80% dos pedágios do país bem como em uma ampla rede de estacionamentos e cerca de 3 mil postos de combustíveis", escreveu o banco no comunicado.

A conclusão da operação está sujeita a autorizações regulatórias e governamentais. O banco também informou que a operação não terá efeitos contábeis relevantes nos seus resultados.

A venda ocorre em um contexto delicado para o Grupo Odebrecht, na medida em que algumas das empresas que fazem parte do conglomerado são alvo de na Operação Lava-Jato, da Polícia Federal, que investiga irregularidades em contratos com a Petrobras. Esse cenário tem afetado a capacidade da companhia em contrair novas dívidas e favorece a venda de ativos.

"A aquisição está alinhada à estratégia da Rede de explorar canais de pagamento eletrônico inovadores e com alto potencial de crescimento no mercado brasileiro, reafirmando nosso compromisso com a qualidade na prestação de serviços a nossos clientes", destaca o comunicado. O Itaú tem parcerias com o grupo Ultra em outras áreas como cartões.

No passado, a Serviços e Tecnologia de Pagamentos (STP), dona do SemParar, chegou a procurar a própria Rede e a Cielo em busca de parcerias com experiência no setor de pagamentos eletrônicos, conforme noticiado pelo Valor. As conversas, porém, não avançaram. Entre os acionistas da STP também estão grandes grupos de concessões rodoviárias, como a CCR, EcoRodovias e Arteris.

A aquisição faz do Itaú o primeiro grande banco a entrar em um filão que tem crescido nos últimos anos, passando ao largo dos principais nomes do sistema financeiro: o mercado de pagamento eletrônico de pedágios. Além da ConectCar e do Sem Parar, atuam nesse nicho companhias como DBTrans e Move Mais. As empresas desse segmento têm diversificado sua atuação para além dos pedágios, incluindo o pagamento eletrônico de estacionamentos, postos de gasolina e mesmo o pagamento de corridas de táxi. Desde 2013, o setor - assim como todo o mercado de pagamentos eletrônicos - passou a ser regulado pelo Banco Central.

Preencha os campos ao lado e receba nossas notícias:

Rua Visconde do Rio Branco, 1488 - 18º andar – Centro – Curitiba/PR

© 2012 Museu do Cartão - Todos os direitos reservados - Powered By Totalize Internet Studio