Museu do Cartão de Crédito

30/10/2014 - Crédito para a sociedade

« Voltar

IstoÉ | Prêmio Empresa Sustentável | N° Edição:  2343

Manoel de Souza e Eduardo Chedid: apoio financeiro para 11 grandes projetos sociais. Entre eles a Fundação Dorina Nowill, que se dedica a deficientes visuais

Manoel de Souza e Eduardo Chedid: apoio financeiro para 11 grandes projetos sociais. Entre eles a Fundação Dorina Nowill, que se dedica a deficientes visuais

A ideia de proporcionar facilidade e segurança na hora de pagar contas e fazer compras ganhou força, ultrapassou barreiras e integrou o País. Pioneira no Brasil na expansão de diversos serviços bancários, a Cielo passou os últimos anos desenvolvendo produtos e plataformas digitais para a inclusão financeira de pessoas com baixo poder aquisitivo. Com isso, levou infraestrutura bancária para 99% dos municípios do País – presença que poucas empresas conseguem alcançar. “Queríamos incentivar os brasileiros a substituir o cheque e o dinheiro pelo cartão, que é mais seguro”, diz Eduardo Chedid, vice-presidente comercial da Cielo. “Levamos as máquinas para lugares ao alcance de toda a população, como farmácias, postos de gasolina, mercados e armazéns.” A Cielo também tem um papel importante no avanço do empreendedorismo. “As pequenas empresas são fundamentais para o crescimento da economia”, afirma Chedid. “Elas querem aumentar suas vendas através do cartão e, por isso, fizemos um investimento maciço em tecnologias que transformam celulares em máquinas de pagamento.”

Não é só por meio da inclusão bancária que a Cielo provoca impactos positivos na sociedade. Atualmente, a companhia apoia financeiramente 11 projetos sociais, a maiorias deles referência em suas áreas de atuação – como a Fundação Dorina Nowill, dedicada ao apoio de deficientes visuais, o Instituto Ayrton Senna, que promove ensino de qualidade para jovens carentes, o Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer (Graac) e a Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD). “Priorizamos investimentos em projetos alinhados às políticas públicas que contribuam com a melhoria da educação e da saúde de crianças e adolescentes”, diz Manoel de Souza, vice-presidente de relações institucionais da Cielo. Todos esses projetos têm grande abrangência. Em 2013, o Graac realizou 1,6 mil procedimentos cirúrgicos e 37 transplantes de medula óssea. Outra entidade apoiada pela Cielo, o Instituto Tecnológico e Vocacional Avançado, capacita profissionalmente mais de dez mil jovens de baixa renda por ano. A Cielo ajuda você a pagar a conta – e milhões de brasileiros podem se dar bem com isso.

Preencha os campos ao lado e receba nossas notícias:

Rua Visconde do Rio Branco, 1488 - 18º andar – Centro – Curitiba/PR

© 2012 Museu do Cartão - Todos os direitos reservados - Powered By Totalize Internet Studio